Na sua coluna semanal no Jornal do Commercio o SindiFisco dedicou todo o seu espaço ao episodio ocorrido na última semana, quando uma operação fiscal foi montada no Moda Center e abortada após protestos de sulanqueiros a interferência de políticos das mais diversas tendências.

De acordo com o SindiFisco os auditores da Fazenda,  junto com policiais militares foram expulsos do Moda Center por comerciantes e personalidades locais e questiona:

“Será que para exercermos a função essencial de fiscalizar, impedir a sonegação fiscal, combater a concorrência desleal e denunciar os crimes tributários teremos que pedir autorização aos comerciantes? Ou pior, aqueles que cometem o ilícito tributário?”

O SindiFisco também questiona qual o verdadeiro interesse dos comerciantes em impedir a fiscalização e apresenta algumas respostas como a concorrência desleal, a busca desenfreada pelo lucro, e relembra o episodio do lixo hospitalar, que manchou a imagem do estado há pouco mais de um ano.

Mas o momento mais importante da coluna do SindiFisco é quando surge a grande ameaça: Uma mega operação será lançada do polo de confecções para combater a sonegação fiscal e os ‘criminosos sulanqueiros’.

“Precisamos montar uma força-tarefa e realizar uma operação, com todo o aparato necessário, e mostrar de uma vez por todas que o crime não compensa” ameaça o SindiFisco.

Após essa declaração de guerra como ficará a opinião dos políticos que na última semana disputaram os méritos pelo fim da operação?


Por Emanoel Glicério | Marcadores:

10 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Esse sindibosta é do governo? Parabéns pelo respeito com o nosso povo. Os comerciantes estão dispostos sim a trabalhar de maneira justa. Eu sou. Mas não admito ser tratado como marginal. Agora sindibosta me respondam vocês, quando o governo não cumpre com sua parte por que você não publicam matéria nos jornais com esse mesmo respeito que estão tendo conosco?

  1. Anônimo disse...:

    E é por que é a cidade do deputado baba ovo do governador e do prefeito chaleira. E eles estão nos tratando dessa forma, imagina se não fosse.

  1. Anônimo disse...:

    Eu quero mesmo vê o que as OTORIDADE de Santa Cruz vão dizer a respeito desses elogios desse sindicato que faz "parêa" com eles.

  1. Anônimo disse...:

    É inadmissível uma postura como esta vinda de um órgão regulador. Deveriam criar políticas de adequação, não denominar os comerciantes de marginais. Que vergonha!

  1. Anônimo disse...:

    o sindifisco no qual seus membros sao muito bem remunerados poderiam fazer usar uma força tarefa para ajudar nossos irmaos que estao morrendo de sede.

  1. Anônimo disse...:


    sindifisco não generalize e não tome uma atitude de uma menoria, como sendo algo dos confeccionista do modamoda center. vão pular caruaru e torritama novamente?

  1. Anônimo disse...:

    Assim como a sociedede não pode ficar refém da soneção, tambem não pode ficar refém da omissão do Estado no não cumprimento dos seus deveres constitucionais para com esta mesma sociedade.
    lisboa

  1. Anônimo disse...:

    Este é o pagamento que Eduardo Campos dá ao povo besta de Santa Cruz por ter lhe dado quase que 100% da votação nas eleições para Governador.

    Agora, o povo vai se reunir e fazer campanha para ele ser Ptresidente da Reública.

    Outra coisa, vamos apoiar o Armando Monteiro, outro cara que faz tudo por Santa Cruz (oi nega)

  1. Anônimo disse...:

    O povo de Sta Cruz não é criminoso, e sim "trabalhador"; não vive precisando dos favores de políticos e governos corruptos. Revejam seus conceitos, senhores fiscais, paus-mandados, no trato com a população local!

  1. Anônimo disse...:

    Eu acho que esse sindicato deveria term mais respeito com nosso povo. Não é por aí não!