O apagão que atingiu a cidade na noite deste domingo prejudicou o atendimento nos hospitais Materno-Infantil e Raymundo Aragão, levando alguns pacientes a serem prejudicados nos atendimentos.

No Hospital Raymundo Aragão uma motocicleta foi utilizada para iluminar a recepção, facilitando o trabalho dos atendentes.

De acordo com a direção do hospital o gerador de energia está desmontado desde novembro de 2012, e um orçamento realizado pela atual gestão previu a necessidade de um investimento na ordem de R$ 10 mil reais para reativação do equipamento. Os técnicos afirmaram que foi utilizado água ao invés de óleo diesel no equipamento, o que teria provocado vários danos ao gerador.

Morte não foi provocada pela falta de energia

Em entrevista ao Diário da Sulanca a diretora do Hospital Raymundo Aragão, Elaine Silva, afirmou que a morte de uma paciente de 82 anos na noite deste domingo não teve nenhuma relação com o apagão que atingiu a cidade.

“No momento em que a paciente veio a óbito nenhum aparelho elétrico estava sendo utilizado, a vítima já vinha sendo acompanhada e seu falecimento não tem nenhuma ligação com a falta de energia” afirmou Elaine.

De acordo com o laudo médico a paciente faleceu vitima de coronariopatia, doença provocada por lesões das artérias coronárias, que determina isquemia do miocárdio.




Por Emanoel Glicério | Marcadores:

10 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    diretora incompetente, era melhor vc Mané, já que Jornalista é é diretor de hospital, só em santa cruz mesmo!!!!!

  1. Anônimo disse...:

    Na festa do Pará alugaram um. Mas para o hospital nada. pense numa chance kkkkkkkkkkkkkkk

  1. Anônimo disse...:

    Sim, e ela é secretária desde janeiro, 04 meses e ela não percebeu isso? Ou será pq houve incompetência na gestão anterior que o governo atual pode errar. Será sempre assim, erra e justifica que o outro errou também? É por isso que essa cidade é o que é, e "profissionais" como essa aí contribui e muito. MUDA A COR DA LONA MAS O CIRCO CONTINUA O MESMO! VERGONHA!

  1. Anônimo disse...:

    Dê exemplo secretária, mostre que é capaz com ação. Quem justifica o que não é capaz pela incompetência dos outros, incompetente é.

  1. Anônimo disse...:

    Mas que dirotora incompetente!!!

  1. Anônimo disse...:

    Ora todos sabem que o toin ruim deixou a estrutura dos orgãos públicos municipal sucateado. Agora tá passaando da hora de querer tapar o sol com uma peneira e assumir os erros da gesao Vieira, pois um hospital não deveira ficar em momento algum sem um grupo gerador, pricipalmente em uma cidade onde um cachorro mija num poste e as luzes se apagam. Em noventa dias não se concertar um gerador é pouco caso com o problema, que não levou a paciente a morte, mais podereia, tanto ela ou outra qualquer. Mais atenção e menas justficativas esfarrapadas!!1

  1. Anônimo disse...:

    A pergunta que não quer calar: desde quando este gerador está quebrado?

  1. Anônimo disse...:

    mudaram as mascaras mais os larapois são os mesmos...

  1. Anônimo disse...:

    Não foi a Elaine que escreveu o texto e sim a molecada que se autodenomina de jornalista acostado no gabinete do prefeito que são paus nandaos em troca de vintens, por determinação do secretário e prefeito bundões. Depois a Eleine comunicou o fato ao secrátáro Marlon laranginha e ao prefeito menos ruin Edson frieza e eles não se deram conta da inportancia inadiavel do concerto do gerador.

    Eu dou um conselho pra ela entragar o gargo, por que ela vai acabar se quimando pra prezervar estes dois moleques. Quanto a Zé é, corrupto pode reclamar sim, mais não tem credibilidade e moral para tal, pois é ladrão sem arrodeios. Cai fora menina vc é gente boa!!!

  1. Anônimo disse...:

    Que falta faz Rasptim o maior arquivo vivo desta terra!!!