Foto: Pedro Felipe

Chuva lavou as pedras históricas da Rua Grande
Apesar de ter sido uma das poucas do ano a chuva, que caiu na Capital da Sulanca durante essa noite, foi a maior do ano e elevou os índices pluviométricos do município.

De acordo com o Gestor de Meio Ambiente, Pablo Ricardo, os índices marcaram 51,3 mm na sede do município, o que corresponde a 60% do que deveria chover em um mês. Já com relação a Poço Fundo foram registrados 24 mm, 50% do que é normal chover em um mês.

As chuvas trouxeram uma esperança para o município e a região, que vem sendo castigada pela seca que assusta o nordeste.

Confira a evolução dos índices pluviométricos ao logo dos últimos meses na sede do município:

Janeiro - 7,2 mm
Fevereiro - 3,2 mm
Março - 17,8 mm
Abril - 51,3 mm

Parcial até às 7h da manhã de 20 de abril - 79,5 mm

Por Emanoel Glicério | Marcadores: ,

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    vamos pegar toda esta agua de lalata, cuia, balde, penico... pra colocar nos reservatorios que dudu belaza conseguio pra sta cruz...