O trânsito que queremos

Reclamamos muito do transito, do congestionamento, da perda de tempo e falta de local para estacionar nossos carros, reclamamos que existem muitas motos circulando causando acidentes.

Sabemos que as ruas estão um caos, abarrotadas de motos e carros por todo lado, inclusive o nosso, sim por que o transito somos nós, eu, você, que todo dia pega o carro ou moto e vamos as ruas.

Não adianta reclamar, eu reclamo, você reclama, fulano também. Ora, o transito somos nós, nossos carros, então por que estamos reclamando? Não seria melhor pensar em uma solução? Achamos bonito quando aparece no Facebook algo referente à bicicleta curtimos, comentamos e até postamos algo que acontece em outras cidades e países, mas o que fazemos em relação ao nosso problema em nossa cidade?

Arrumamos todo tipo de desculpa para não irmos de bicicleta ou a pé mesmo, ali na padaria, farmácia, banco que fica perto do trabalho ou casa, usamos carros e motos pra tudo para uma simples distancia estamos lá poluindo, deixando as ruas sem espaço, congestionando e consequentemente reclamando de nós mesmos já que o transito é o meu e o seu carro que esta nas ruas.

Às vezes trabalhamos a uma distancia relativamente pequena e lá vamos nós de carro ou moto. Temos conhecimento de toda a complexidade e nuances que envolve essa temática, mas a questão é: O que cada um de nós podemos fazer para melhorar esse quadro? Mudando nossos hábitos mudaremos o ambiente em que vivemos, vamos nos atentar a isso. 

Por Zenna Rocha

Por Emanoel Glicério | Marcadores:

3 comentários:

  1. carolina sobral sandes disse...:

    muuiro bom, adorei o texto e concordo plenamente

  1. Anônimo disse...:

    fazendo uns bons dias que alguem tinha escrito um artigo tao consistente quanto este.

  1. Anônimo disse...:

    onde se encontra o secretario da mobilidade urbana que nao aparece pra nada,enquanto o transito mata e aleija aos montes em santa cruz do capibaribe.