A morte de um ídolo

O trágico acidente envolvendo o piloto de motocross Júlio César ainda choca  a Capital da Sulanca. Uma multidão chora a partida do ídolo que encantou gerações na Pista Canela, fãs e amigos lamentam a partida inesperada de um atleta humilde, um campeão da simplicidade, um exemplo de cidadão.

Júlio César atualmente dividia sua paixão pelo motociclismo com os trabalhos na área social dom governo municipal.

Recentemente Júlio César não mediu esforços para ajudar nos trabalhos de limpeza da Vila Jaçanã, que foi entregue a população no inicio do mês.

Vitima de um acidente de trabalho Júlio faleceu enquanto suava a camisa em busca do pão e cada dia.  

É uma pena que dos milhares de fãs que choram hoje a despedida de Júlio, muitos amanhã nem lembraram que ele existiu.

Prefeito deve abrir sindicância

O prefeito Edson Vieira, amigo do piloto falecido, afirmou que abrirá sindicância para apurar os motivos do acidente. A máquina retroescavadeira envolvida no acidente é patrimônio do município, por isso gerou muitas especulações sobre a responsabilidade do município.

Prefeitura começou a retirar máquina do local

A retroescavadeira envolvida no acidente começou a ser retirada do local por volta das 10 horas desta quarta-feira. A situação em que se encontra a máquina mostra o tamanho do acidente.

Carniceiros tentam politicar o acidente

Lamentável o que se ver nas redes sociais nas últimas horas. Verdadeiros carniceiros tentam politizar o acidente envolvendo Júlio César. Alguns chegam ao cumulo de zombar politicamente de um grupo político, culpando-o pela morte do piloto, já que teria sido em uma máquina da prefeitura.

A frase da estupidez

A frase “Aceita que doe menos”, rotulo da estupidez de fanáticos políticos Azuis ou Vermelhos, tem sido usada em varias postagens nas redes sociais para falar sobre o acidente de Júlio. Lamentável que poucos tenham bom senso nesse momento.

Bandeira quadriculada para o campeão

E enquanto a vida segue o campeão Júlio César recebe a bandeira quadriculada nas curvas do céu.



Por Emanoel Glicério |

2 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    mas esse o jeito de fazer politica dos ultimos 12 anos em santa cruz,a tatica é politizar tudo ate as tragedias.

  1. Anônimo disse...:

    É lamentável como algumas pessoas são indiferentes aos sentimentos alheios, faltando com o respeito por uma pessoa que não está mais entre nós. Estamos aqui para cumprir nossa missão, partimos como devemos partir, só nos resta agradecer à Deus, por termos feito parte da vida de uma pessoa, que aprendemos algo e ensinamos também. Vamos respeitar a dor, a falta que a família está sentindo e parar com esse NOJO de alguns que se dizem Santacruzenses, misturando fatalidades com política, tenho certeza que quem faz esses comentários não tem mais o que fazer da suas vidas.