O procurador Marcos Severino Lima, do Tribunal de Contas do Estado (TCE), classificou como um grande golpe de estelionatário a ação do escritório de advocacia Bernardo Vidal Consultoria LTDA.

De acordo com o processo 1140104-7 ocorreram pagamentos indevidos de honorários advocatícios por serviços irregulares do escritório.

Segundo Marcos Severino o ideal seria o governo municipal entrar com uma ação de cobrança contra o escritório para o ressarcimento em vez da imputação pura e simples ao ordenador de despesas que parece ser mais uma vitima das circunstâncias.

Por Emanoel Glicério | Marcadores: ,

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Falta de aviso não foi, agora judicializar apenas o gestor anterior e deixar a empresa palitando os dentes, parece coisa da cultura taboquinha, boca preta(onda azul),... tá passando da hora de fazer diferente!!!
    Lisboa