A Procuradoria do Município de Santa Cruz do Capibaribe entrou com uma Representação, no Ministério Público Federal, contra o ex-prefeito José Augusto Maia, devido a diferenças apresentadas na prestação de contas do PDDE – Programa Dinheiro Direto na Escola, no ano de 2008.

A pendência é de R$ 1.096,32 e a prefeitura foi cobrada a prestar conta através de ofício do Ministério da Educação.

“É um débito da gestão do ex-prefeito José Augusto Maia, ele foi notificado a pagar o valor e sanar a irregularidade, mas não fez", disse o procurador do município, Marcelo Diógenes.

A Representação foi uma orientação do MEC para que os convênios destinados à Educação não sejam prejudicados pela pendência. 

Por Emanoel Glicério | Marcadores:

0 comentários: