Rui Medeiros (PTB) descartou em entrevista ao Direto ao Ponto que esteja de olho na cadeira de Ernesto Maia (PSL) na câmara de vereadores e que só entrou com a ação de infidelidade partidária no TSE para que o tribunal tenha conhecimento de que ele é o primeiro da fila em caso de algum vereador Taboquinha deixar o legislativo municipal.

“Apenas comuniquei ao TSE, para que fique bem claro que sou ciente, que eu sou o primeiro suplente da coligação que disputou a eleição em 2012” afirmou.


Ainda de acordo com Rui todos os seus passos foram feitos em comum acordo com o grupo Taboquinha. Para o ex-vereador a única hipótese de assumir o lugar de Ernesto é se o Buda for eleito deputado estadual.

Por Emanoel Glicério | Marcadores: , ,

1 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    Será que Ernesto Maia faria o mesmo com Rui Medeiros ??