O deputado federal José augusto Maia (PROS) afirmou vai esperar a volta do recesso parlamentar, em 1º de fevereiro do próximo ano para tentar derrubar o veto da presidente Dilma Rousseff (PT), que barrou o sonho das emancipações.

De acordo com José Augusto a segunda quinzena de dezembro deve ser esvaziada no congresso, o que colocaria em risco a votação da derrubada do veto, já que são necessários o apoio de pelo menos 257 deputados e 41 senadores para que as emancipações voltem a ser um sonho real.


"Para derrubar o veto serão necessários os votos de 257 Deputados e 41 Senadores e sem este número mínimo de parlamentares presentes seria impossível a derrubada do veto. Por isso, deixar para o próximo ano é a atitude mais sensata, porque evita colocar em risco tudo o que foi conquistado até agora", afirmou José Augusto.

Por Emanoel Glicério | Marcadores: ,

0 comentários: