O Jornal Capibaribe realizou, entre fevereiro de 1985 e outubro de 1986, uma pesquisa entre desportistas santacruzenses, solicitando-lhes que fizessem a escalação daquele que seria, na sua opinião, o melhor time do Ypiranga de todos os tempos. Foram ouvidas 17 pessoas, que apontaram, ao todo, 54 jogadores. As escalações foram feitas por:

Luiz Francisco Bezerra (Surubim) [ex-goleiro do Ypiranga] – fev/1985
Guilherme Costa da Silva (Guila) [ex-jogador do Ypiranga] – mar/1985
Toínho de Zé Neo [ex-jogador do Ypiranga] – abr/1985
Antonio Carlos Maia de Queiroz [Presidente da Liga Desportiva Santacruzense] – jan/1986
Ary Barbosa [desportista] – jan/1986
José Viana Filho (Zé Fama) [desportista, diretor do Comercial Futebol Clube] – fev/1986
José Afrânio Marques de Melo [Presidente do Grêmio Literário Castro Alves, do Colégio Cenecista] – mar/1986
Angelito Bezerra da Silva [ex-jogador “peladeiro”] – abr/1986
José Carlos Balbino [ex-jogador do Ypiranga e professor de Educação Física do Colégio Cenecista] – mai/1986
Mário da Silva Neves (Bal) [ex-dirigente do Ypiranga] – mai/1986
Messias Chagas [comentarista esportivo da Rádio Vale do Capibaribe] – jun/1986
Departamento Esportivo do JC – ago/1986
Jonas José da Silva [Presidente da Associação de Atletismo de Santa Cruz do Capibaribe] – ago/1986
José Oliveira de Gois (J. Oliveira) [Coordenador da equipe esportiva da Rádio Vale do Capibaribe] – set/1986
Geraldo Silva [redator de esportes do Jornal Capibaribe] – set/1986
José Ivanildo Barbosa (Bojão) [comerciante] – out/1986
Hamilton França [jornalista do Jornal Capibaribe] – out/1986

O melhor Ypiranga de todos os tempos ficou assim escalado:

Domir – 15 votos (88,2%)
Jonas – 14 votos (82,3%)
Tantinha – 12 votos (70,5%)
Neguinho de Totó – 10 votos (58,8%)
Toínho de Zé Néo, Zé Aleixo e Papaco – 8 votos cada (47,0%)
Jeremias, João Caveira e Manoel Ramos (Peba) – 7 votos cada (41,1%)
João Luiz, Quinha e Zé Fuminho – 6 votos cada (35,2%)
Nego Di e Tom – 5 votos cada (29,4%)
Goego, Marinho, Soares e Surubim – 4 votos cada (23,5%)
Chiquinho, Fanta, Nanoia e Zé Maria – 3 votos cada (17,6%)
Biu Camelo, Flávio, Nego Lopes, Zé Carlos e Zé Minhoca – 2 votos cada (11,7%)

Além desses, foram lembrados, cada um por um escalador: Augustinho Rufino, Agenor de Zé Pedro, Bernito, Biu Canhoto, Dedinha, Edmilson Morais, Emídio Néo, Florzinho, Geraldo Bernardino, Ivo Libana, João Preto, Lagartixa, Luiz Carlos, Macaco, Manoelzinho Rufino, Mário Alves, Mário de Erasta, Milsom Morais, Pedro Paulo, Pedro Rododó, Silvio, Sulanca, Tempestade e Zé Dantas.

A pretensão dos idealizadores da pesquisa era reunir, numa festa a ser realizada no Clube Ypiranga, os jogadores escalados, os escaladores e os amantes do futebol e da “Máquina”, para apresentar este resultado e oferecer medalhas de reconhecimento aos mais votados. Ficou apenas na ideia.

Seria interessante que agora, quase trinta anos depois, essa ideia fosse, finalmente realizada, naturalmente enriquecida por novos enfoques.

Fica aí a dica!


Por Edson Tavares

Por Emanoel Glicério | Marcadores: ,

0 comentários: