O deputado estadual Diogo Moraes (PSB) participou na última sexta-feira de um debate na Rádio JC News, onde o tema principal foi a nota postada semana passada na página oficial do PT no Facebook, onde fortes críticas foram feitas ao governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB, Eduardo Campos. Quem também participou do debate foi o deputado federal Fernando Ferro (PT).

“Na verdade nós do PSB vimos esta nota como um ato de covardia, algo desastroso e covarde, que vai de encontro à nova política que temos feito. Eduardo tem um legado e o PSB está se colocando a disposição do povo brasileiro, algo completamente normal”, disse Diogo Moraes.

O deputado afirmou ainda que a postagem da nota significa a preocupação do PT com o crescimento de Eduardo Campos no cenário nacional.  “Essa conduta do PT não é o melhor caminho, demonstra uma preocupação real com o crescimento de Eduardo”.

Ele rebateu as ofensas feitas ao governador, que dentre outras coisas, na nota foi taxado de “playboy mimado”. “Eduardo não é playboy mimado. Quem conhece o governador sabe que ele é focado, determinado e dinâmico. A prova disso são as conquistas que ele tem conseguido para Pernambuco ao longo de sua vida. O pior de tudo é que conseguiram nessa nota agredir o governador citando Miguel Arraes, que não pode nem responder. É uma covardia”, disparou Diogo.

Para o Diogo, a nota atacou a honra de Eduardo, como também a da ex-senadora Marina Silva. “O PT poderia ter dito tudo isso, mas colocado de outra forma sem precisar agredir a honra de ninguém, assim como foi feito não só com Eduardo, mas também com a Marina Silva”.


Apesar de tudo, Diogo disse não acreditar que o debate eleitoral desse ano descambe para a política de baixo nível. “Tenho certeza que os comportamentos de Dilma e Eduardo não vão levar o debate para algo de nível baixo. O povo já demonstrou que não gosta disso. Creio que eles deixarão seus correligionários pautarem sua campanha desta forma. A campanha será de alto nível, cada qual com suas metas e objetivos”.

Por Emanoel Glicério | Marcadores: ,

0 comentários: