Entusiasmado com a expansão da Universidade Federal de Pernambuco para o Interior e para novos polos industriais, como o de Goiana, na Mata Norte do Estado, o senador Armando Monteiro (PTB) esteve nesta quinta-feira (30) na reitoria da UFPE para uma reunião de trabalho com o reitor Anísio Brasileiro e sua equipe.

Após ouvir uma série de apresentações sobre as demandas e planos de ampliação da instituição, Armando colocou-se à disposição para articular a bancada federal do Estado em favor de uma agenda de interesse da Universidade. A equipe do reitor irá preparar um documento definindo as prioridades dessa agenda. O Congresso Nacional retoma suas atividades, após o recesso, na próxima semana.

Na opinião do senador, “a UFPE terá um papel fundamental no desenvolvimento de Pernambuco” nos próximos anos porque o Estado está se reindustrializando, sobretudo graças a setores que demandam profissionais mais qualificados. “A nossa indústria foi relançada na direção de setores novos e importantes, mas setores mais complexos, que exigirão um trabalhador com um perfil profissional diferente e nós precisamos fazer um melhor encadeamento dessa indústria para que os efeitos internos sejam maiores”, defende Armando.

O senador considera essencial que a bancada federal defenda os planos de expansão e o fortalecimento da UFPE, principalmente a implantação de novas unidades no Recife e no Interior, além da ampliação dos projetos de produção de tecnologia a partir de convênios com as empresas privadas.

Durante a reunião, o reitor Anísio Brasileiro, o ex-reitor Amaro Lins e pro-reitores falaram sobre os planos de implantação de cursos de engenharia na região de Goiana, onde está se instalando a fábrica da Fiat, e de outras unidades, por exemplo, em Vitória de Santo Antão e Caruaru. “Olhando Pernambuco em direção ao futuro, não há nenhuma dúvida que o Estado volta a ter protagonismo no país. Mas, para isso, a gente não pode perder oportunidades. E o papel da UFPE, que é um ativo, é uma vantagem que nós temos, será fundamental”, ressaltou Armando.

Por Emanoel Glicério |

0 comentários: